Russian Lip Technique – A nova técnica de preenchimento labial

Russian Lip Technique – A nova técnica de preenchimento labial

Lábios bonitos e bem desenhados são cada vez mais desejados. De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), mais de 30.000 americanos fizeram tratamento para aumentar os lábios em 2018, o que significa mais de um a cada 20 minutos. Esse valor representa um aumento no número de procedimentos em 4%, quando comparado ao ano anterior, e um crescimento de 66% em relação a 2000.

Em uma época em que as mudanças culturais são impulsionadas pelas mídias sociais, o conceito em torno de preenchimento labial mudou. Hoje, há uma aceitação maior e uma consequente popularização. Não é de se surpreender que hashtags como #lipfillers gerem 1.2 milhão de resultados no Instagram. Além disso, no passado, o procedimento tinha algumas limitações. Muitas vezes, ao serem preenchidos, os lábios ficavam artificiais por falta de produtos e técnicas adequadas. No entanto, com o foco cada vez maior em lábios bonitos e naturais, a indústria dermatológica trouxe inovações, oferecendo produtos mais adequados à região e, combinadas a isso, técnicas de aplicação vêm sendo aperfeiçoadas. Uma, em especial, vem se destacando: a Russian Lip Technique.

De acordo com a dermatologista Luciana Garbelini, de São Paulo, a técnica utiliza gotículas de ácido hialurônico, que são rigorosamente arquitetadas em traves de sustentação da boca e distribuídas milimetricamente entre elas. “Os pontos de aplicação são definidos de acordo com a anatomia e o desejo de cada um. O objetivo não é dar um volume exagerado ao lábio, e sim deixá-lo com um contorno bonito e proporcional ao rosto, reforçando a sua estrutura anatômica. Assim, o arco do cupido (parte superior e central) é realçado e o vermelhão (corpo do lábio) é evertido”, explica a médica.

Dra.Luciana diz ainda que o ácido hialurônico utilizado na técnica tem menor capacidade de volumizar e é mais resistente, ou seja, possui maior propensão em resistir às deformações durante o movimento muscular. O resultado é o embelezamento da área, com efeito discreto e acabamento uniforme, evitando aquele aspecto de lábio plastificado, o famoso “bico de pato”. “A técnica é indicada para pessoas que desejam um ‘pump’ discreto ou até mesmo lábios mais cheios, sem aparência de que foram preenchidos. O tempo de duração é, em média, de 12 a 18 meses”.


Sobre Dra. Luciana Garbelini

Dermatologista Formada pela Universidade de Santo Amaro. Residência médica em Dermatologia na Universidade de Santo Amaro, Pós-graduada em Estética Avançada no Instituto Superior de Medicina. Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.