fbpx

Lifting temporal: a plástica sem cortes

Sem cortes e bem pouco invasivo. O lifting temporal ou Lifting SMAS (sistema músculo aponeurótico superficial) é indicado para quem tem alguma flacidez na face, com consequente queda das bochechas e perda do contorno das mandíbulas. A técnica suspende os musculares da face, por meio do implante de fios na região temporal. Assim há uma boa melhora da flacidez.

“O implante com os fios suspende a musculatura sem modificar os traços e a expressão do paciente”, diz a dermatologista Luciana Garbelini, de São Paulo. O lifting facial compreende as seguintes áreas: pálpebras, bochechas, linha da mandíbula, e pescoço”, diz a médica.

Como é a técnica

Utiliza-se um fio de sutura específico (nylon multifilamentar) apenas na região temporal.  O fio não passa pelo rosto – são apenas quatro pontos de entrada para a passagem do fio. Sem cortes, sem curativo e sem hematomas. A técnica é diferente da suspensão dérmica que é usada nos fios faciais. Esse método é um verdadeiro minilifting que reposiciona anatomicamente os tecidos. O procedimento é feito com anestesia local.

Resultados

Os resultados aparecem logo após o procedimento. Nos primeiros dias já se observa menos rugas e flacidez, arqueamento das sobrancelhas e redução de pele nas pálpebras superiores. Após o procedimento pode haver algum inchaço nas regiões tratadas, deve-se reduzir esforços físicos, mas não há impedimento de seguir com a rotina normal.

Compartilhe:
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email
Siga-nos nas Redes Sociais:

Onde Estamos

Rua do Rócio, 423 – Cj 312

Vila Olímpia – São Paulo – SP