A quarentena pressupõe dias em casa e menor contato com o sol. Mas se engana quem pensa que doenças de pele como o melasma podem piorar apenas durante períodos consideráveis de exposição aos raios ultravioleta. Por isso, a dermatologista Luciana Garbelini, da Clínica Luciana Garbelini de São Paulo, explica mais sobre o quadro e ressalta algumas atitudes que levam a sua piora mesmo estando em casa ou em ambientes fechados. Condição que afeta as mulheres
Filtro solar é realmente seguro? Quanto e como usar? Para quais tipos de pele? Essas e outras questões a toda hora vêm à tona, especialmente nesta época de verão. E há motivos para tantos questionamentos. “Há sempre novos estudos e novidades relacionados ao protetor solar”, diz a dermatologista Luciana Garbelini. De fato, a evolução do protetor solar é constante.  O primeiro foi criado na década de 1940 por um farmacêutico australiano chamado Benjamin Greene ainda
Lábios bonitos e bem desenhados são cada vez mais desejados. De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos (ASPS), mais de 30.000 americanos fizeram tratamento para aumentar os lábios em 2018, o que significa mais de um a cada 20 minutos. Esse valor representa um aumento no número de procedimentos em 4%, quando comparado ao ano anterior, e um crescimento de 66% em relação a 2000. Em uma época em que as mudanças culturais
  Glitter, lantejoulas, sprays. É muito comum o uso desses produtos no Carnaval. Combinados a eles ainda tem a exposição excessiva ao sol. Tudo isso pode afetar – e muito – a pele e o cabelo. Assim, alguns cuidados são necessários para se jogar na folia e não sentir os efeitos negativos depois. Confira as dicas das dermatologistas Luciana Garbelini e Andrea Frange, da Clínica Luciana Garbelini, de São Paulo. Reforce o uso de protetor
Dra. Andrea Frange – Clínica Luciana Garbelini   É só chegar o verão que, automaticamente, a gente já pensa em sol, mar, piscina e muito bronze, certo? Mas é preciso tomar alguns cuidados básicos para que os cabelos não fiquem ressecados e quebradiços, já que todos esses elementos colaboram para que os fios percam a força rapidamente. Essas agressões cotidianas causam uma degradação da saúde da fibra capilar, ainda mais se os seus cabelos frequentemente passam